Aço inox e seus múltiplos usos na indústria

Resultado de imagem para ligas de aço inox

O aço inox apresenta uma séria de vantagens sobre outros materiais metálicos aplicados na indústria, oferecendo resistência mecânica e um brilho atraente e higiênico, tornando o aço ideal para as mais diversas áreas industriais.

Uma das suas principais características é a resistência à corrosão aos mais diversos produtos químicos, possibilitando sua aplicação em equipamentos, processamento de alimentos, de produtos farmacêuticos, de papel e celulose, além de produtos químicos e petroquímicos.

O aço inox oferece resistência a temperaturas elevadas, podendo ser usado em câmaras de combustão, trocadores de calor, motores térmicos e fornos, podendo ser usado em temperatura ambiente, baixas ou altas e sendo aplicado em equipamentos que exigem maior confiabilidade no desempenho, podendo servir até mesmo para aeronaves.

Principais aplicações do aço inox

Dependendo de sua especificação, ou seja, da liga que o produz, o aço inox pode atender a todas as áreas industriais, como veremos a seguir:

Aço inox 301

Para aplicação em correias transportadoras, ferragens, utensílios domésticos, diafragmas, adornos de veículos, equipamentos de transporte, veículos, ferragens e fixadores.

Aço inox 302

Para uso em construção civil, equipamentos de recozimento, equipamentos domésticos, congeladores, fabricação de alimentos, tanques de fermentação, dobradiças, vagões ferroviários, entre outros.

Aço inox 302 B

Mais resistente ao calor, é o tipo de aço utilizado em aparelhos de aquecimento, caixas de recozimento, suportes de tubos e equipamentos com necessidade de resistência à corrosão, suportando temperaturas de mais de 900°C.

Aço inox 303

Usado com frequência para componentes de aeronaves, peças produzidas em máquinas automáticas, equipamentos de máquinas e ferramentas, além de parafusos, pregos, porcas, cabos e fechaduras.

Aço inox 304

Tipo de aço utilizado desde utensílios domésticos, equipamentos para indústrias químicas, naval, têxtil, farmacêutica, papel e celulose, refinarias de petróleo a cúpula de casa de reator de usinas atômicas.

Aço inox 304 L

Usado em equipamentos onde é necessário menor teor de carbono, principalmente para restringir a precipitação de carbonetos resultantes de solda quando a peça não pode ser tratada após a soldagem.

Aço inox 305

Mais utilizado para peças fabricadas através de deformações a frio.

Aço inox 308

Aplicado em fornos industriais, válvulas, vergalhões para soldas.

Aço inox 309

Aplicado em equipamentos que funcionam a altas temperaturas, como suportes de tubos, partes de queimadores a óleo, fabricação de produtos químicos, revestimento de fornos e componentes de caldeira, entre outros.

Aço inox 310

Utilizado em aquecedores de ar, estufas, caixas de recozimento, anteparos de caldeiras, suportes para abóbodas de fornos, fornos de fundição, trocadores de calor, incineradores, chapas de fornalha, chaminés e comportas de fornos.

Aço inox 314

Para aplicação em tubos de radiação e caixas de recozimento, além de tratamentos térmicos.

Aço inox 316

Usado em peças que exigem maior resistência à corrosão localizada, como equipamentos de indústrias químicas e farmacêuticas, petroquímicas, de papel e celulose, de tintas e de borracha, além de peças e componentes de construção naval, instrumentos cirúrgicos e criogênicos e processamento de filmes fotográficos.

Aço inox 316 L

Desenvolvido para aplicação em peças expostas à atmosfera marinha, atendendo também a fabricação de tanques e bombas, evaporadores e agitadores, tanques para estocagem de produtos químicos e orgânicos, além de revestimento de fornos de calcinação.

Aço inox 317

Mais específico, esse tipo de aço é usado em equipamentos de secagem e de produção de tintas, entre outros.

Aço inox 317

A liga é mais utilizada na estruturação de peças sujeitas a aquecimento na faixa de precipitação de carbonetos, em revestimentos de caldeiras e aquecedores de cabines, componentes de aeronaves e revestimento de chaminés, além de paredes corta-fogo.

Aço inox 347

Mais utilizado para tubos de superaquecedores radiantes, tubos de exaustão de motores de combustão interna, tubulação de vapor a altas pressões, tubos de caldeiras e de destilação de refinarias de petróleo, revestimento de chaminés e resistores térmicos, entre outros.