Aço inox na indústria de medicamentos: por que é o melhor?

O aço inox é a escolha ideal para o manuseio de produtos na indústria de medicamentos. Isso porque é durável, sendo capaz de resistir a componentes químicos usados ​​para higienizar produtos farmacêuticos.

Aço inox
Tanque de aço inox

Além disso, tem uma tolerância a altas temperaturas e resiste a muito calor. No entanto, existem diversos tipos de aços, bem como usos diferentes na a indústria de medicamentos. Assim sendo, o principal deles está na fabricação de tanques de armazenamento.

Aplicações do aço inox na indústria de medicamentos

Portanto, diferentes tipos de aço inox são usados ​​para diferentes aplicações na indústria de medicamentos. Alguns usos comuns incluem:

– Cestos de lavagem de peças

– Recipientes de processamento de produto

– Processamento de amostras

– Manuseio de produtos sanitários

– Incineração ou descarte de amostra

Então, você não sabe qual aço inox usar? A seguir, as descrições dos diferentes graus de aço inoxidável e como eles podem ser usados ​​na indústria de medicamentos.

Propriedades e usos do aço inox grau 304

Primeiramente, vamos falar sobre o aço inox 304, que é uma das formulações mais comuns do mercado. De fato, ele é frequentemente usado em aplicações de lavagem de peças devido à sua alta resistência à corrosão química.

Este tipo de aço inox também é usado para instrumentos cirúrgicos porque tem a capacidade de resistir à oxidação. Além disso, pode ser limpo e esterilizado com mais facilidade.

Desempenho em geral

Em comparação com algumas outras variedades de aço inox, o 304 têm um desempenho geral sólido por um custo (comparativamente) modesto, mas nem sempre é a melhor opção. Isso porque os cloretos podem degradar o metal, causando corrosão, o que prejudica seu desempenho.

Propriedades e usos do aço inox grau 316

O próximo na série 300 de aços inoxidáveis ​​austeníticos é o grau 316. Essa variedade de aço contém mais níquel e molibdênio do que o 304, o que ajuda a aumentar a resistência do metal à corrosão por exposição a cloretos (como o sal).

Em geral, o aço inox 316 é usado em utensílios de cozinha, em aplicações navais e na indústria de medicamentos. Portanto, pode ser usado para quase todas as aplicações. Muitas vezes é preferível para amostras e manuseio de materiais onde soluções salinas ou produtos químicos salgados semelhantes podem entrar em contato com o metal.

Saneamento

Também é útil para processos de saneamento de alta temperatura, pois tem uma temperatura máxima de uso contínuo em torno de 800˚C. Sem dúvida, isso é mais do que o suficiente para matar agentes microbianos e higienizar a superfície do aço.

Uma variante desse aço, chamada 316 L, é uma versão de baixo carbono da liga que tem maior resistência aos corrosivos e melhor soldabilidade ao custo de alguma resistência à tração.

Em muitas aplicações de fabricação farmacêutica, 316 L é preferido ao aço inox 316 porque a diferença na resistência à tração é insignificante.

E quanto aos aços inoxidáveis ​​ferríticos e martensíticos?

Os aços inoxidáveis ​​ferríticos e martensíticos são menos populares para a fabricação de produtos da área farmacêutica do que as variedades austeníticas, como grau 304 e 316. 

Isso se deve em grande parte ao seu menor teor de níquel em comparação com ligas de aço inox austenítico (o que os torna mais suscetíveis à corrosão).

Além disso, as ligas ferríticas são magnéticas, o que pode representar um problema para alguns equipamentos. Embora também possa ser desejável para certos processos.

Melhorando o uso do aço para aplicações farmacêuticas

Embora o aço inoxidável com acabamento natural seja certamente útil para aplicações na indústria de medicamentos, muitas vezes é preferível eletropolir o aço. 

O eletropolimento de aço inox remove suas camadas superficiais, eliminando pequenas falhas e deixando um acabamento microscopicamente liso.

Processo de eletropolimento

Ao eletropolir diferentes tipos de aço inox, é possível melhorar ainda mais a esterilidade do aço e facilitar a higienização. 

A superfície lisa do aço eletropolido torna ainda mais difícil para os micróbios aderirem ao aço, tornando-o mais fácil de limpar.

Conclusão

Por fim, existem diferentes graus de aço inox de acordo com a composição, mas nem todos são adequados para tanques de armazenamento. É importante usar um material que não reaja com o produto ativo ou excipientes usados na fabricação de medicamentos.

Veja também: Vantagens do uso de tanques de aço inox na indústria química

    SOLICITE UM ORÇAMENTO

    Para solicitar um orçamento, preencha os campos.
    Retornaremos prontamente.