O aço inoxidável e sua importância na indústria

Resultado de imagem para tanque de aço inox alimentos

O aço inoxidável, feito de uma liga metálica, trouxe mudanças significativas para inúmeros setores de nossa sociedade. Composto de ferro, carbono, níquel e cromo, a liga de aço inox oferece grande resistência ao calor e à corrosão.

Dependendo de cada aplicação, o aço inoxidável pode ter outros elementos, que trazem melhorias significativas às suas características, como o titânio, o nióbio, o cobalto, o boro, o nitrogênio, o molibdênio e o silício, por exemplo.

Ao contrário do aço comum, que sofre os efeitos da oxidação, ou ferrugem, o aço inoxidável é uma liga que apresenta grande resistência à corrosão, principalmente pela presença do cromo que, a depender da quantidade, forma uma película protetora sobre o material que o torna impermeável.

Ao mesmo tempo, quando se adiciona níquel ao aço inoxidável, ele se apresenta com maior ductilidade, ou seja, pode ser mais facilmente trabalhado, ao mesmo tempo que apresenta maior resistência geral, principalmente com relação a altas temperaturas.

Os diversos tipos de aço inoxidável

Encontramos atualmente inúmeros tipos de aço inoxidável e cada um serve para uso determinado. Assim, o aço inox está presente nas cozinhas industriais, nas indústrias alimentícias, no segmento de cutelaria, em aparelhos domésticos, em decoração e projetos de urbanização, em corrimões de escadas, em móveis e peças para automóveis, em equipamentos náuticos e na construção civil.

A utilização do aço inoxidável para a fabricação de todos os produtos é determinada pelas qualidades de sua liga. Em todos os seus usos, no entanto, o aço inox oferece diversas vantagens:

  • É resistente à corrosão;
  • Oferece maior facilidade de limpeza;
  • Possui aparência mais higiênica;
  • É um material de baixo custo de manutenção;
  • Oferece resistência à variação de temperatura;
  • É um material totalmente reciclável.

Aço inoxidável em hospitais

Uma das aplicações mais comuns para o aço inoxidável é para os hospitais e clínicas. Em hospitais, existe o grande risco de infecções, provocadas por bactérias, vírus ou fungos e os pacientes precisam ser protegidos.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, as infecções hospitalares chegam a atingir quase 15% dos pacientes internados e, somente no Brasil, essas infecções são responsáveis por mais de 100 mil mortes todos os anos.

Esse tipo de problema pode ser evitado com o uso de aço inoxidável nos equipamentos hospitalares, principalmente depois que a medicina descobriu que são os microrganismos os principais responsáveis pela maior parte das doenças.

A descoberta foi feita antes ainda das primeiras ligas de aço inoxidável, pela enfermeira inglesa Florence Nightingale, que descobriu que seus pacientes apresentavam melhoras em ambientes hospitalares mais limpos.

A partir daí a enfermeira implantou um serviço de lavanderia, além de higienizar todos os equipamentos hospitalares. As medidas de higiene reduziram as taxas de mortalidade de pacientes com doenças infecciosas.

Atualmente, mais de 150 anos depois, mesmo com os avanços nos estudos sobre microrganismos patogênicos, a limpeza hospitalar é considerada como essencial para combater as infecções adquiridas nos hospitais.

O aço inoxidável vem oferecendo grande ajuda nesse sentido, já que se trata de uma superfície de fácil higienização, impedindo o desenvolvimento de culturas bacterianas, virais e fúngicas nos hospitais.

Um dos maiores problemas nos hospitais é a contaminação cruzada. A superfície de contato com os vírus e bactérias possibilita a proliferação de microrganismos e o aço inoxidável, por sua grande capacidade de se manter limpo, é o material mais adequado para qualquer clínica ou hospital.

Aço inoxidável nas indústrias alimentícias

Também nas indústrias alimentícias o aço inoxidável é o preferido para tanques de armazenamento e de industrialização dos alimentos e as razões são, basicamente, as mesmas apresentadas pelos hospitais.

Alimentos contaminados podem levar sérias doenças para os consumidores e as medidas devem ser as mais criteriosas no momento de produzir qualquer tipo de alimento que será levado ao público consumidor.

Seguindo as regras de higiene e de limpeza, as indústrias alimentícias que adotam os tanques de aço inoxidável demandam menor custo na produção de alimentos, garantindo que seus produtos cheguem ao consumidor final sem oferecer qualquer risco à saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *