Tanque de aço inox, a melhor relação custo x benefício

05 aço inox

A necessidade de redução de custos é uma condição básica para qualquer empresa manter sua lucratividade e garantir maior produtividade. Diante das condições apresentadas, qualquer empresa tem necessidade de buscar soluções que tragam benefícios para a produção, ao mesmo tempo em que garantem o seu lucro e o tanque de aço inox representa a melhor alternativa quando se trata de relação custo x benefício.

O tanque de aço inox, quando comparado ao aço carbono, oferece vida útil muito mais elevada, em virtude de sua alta resistência mecânica e contra a corrosão, oferecendo melhores condições para qualquer tipo de atividade industrial.

O aço inox é um produto de importância fundamental para atender os objetivos de empresas industriais com relação à redução de custo, uma vez que suas propriedades permitem a redução da espessura e uma alta vida útil, quando comparado às alternativas até então utilizadas nas empresas industriais.

Continuar lendo

Tanque de aço inox para produção de bebidas

02 Tanque vinho

As indústrias de produtos químicos, petroquímicos e de alimentos utilizam o tanque de aço inox para diversos processos, como mistura, agitação, decantação, filtragem ou acumulação.

O tanque de aço inox é um dos equipamentos mais versáteis utilizados para a produção e estocagem de produtos, sendo um dos preferidos também pela indústria de bebidas, tornando-se utilizado em todo o mundo, aproveitando um material que se mostra bastante resistente à corrosão, que é totalmente ecológico – condição essencial em nossa época, seguindo os padrões do conceito de sustentabilidade, já que pode ser totalmente reciclado – e, além de tudo, que pode ser reutilizado em outras aplicações depois de higienizado.

Continuar lendo

O aço inoxidável e a resistência à ferrugem

Industrial silos in the chemical industry

 

O aço inoxidável é o material preferido para a construção de reservatórios para indústrias de todos os tipos, pois se trata de um material resistente, que possibilita sua aplicação tanto para alimentos quanto para produtos químicos, podendo ser usado em tubulações e equipamentos e garantindo o melhor custo-benefício para as empresas.

Além das indústrias, o aço inoxidável faz parte de nossa vida diária, sendo usado em eletrodomésticos, talheres, decoração, aparelhos de uso cotidiano ou em clínicas, hospitais, restaurantes e muitos outros. O aço inoxidável pode ser considerado uma das maiores invenções da humanidade.

Continuar lendo

Tanques de aço inoxidável para armazenamento

09 tanques de aço

Embora o material mais empregado na fabricação de tanques de armazenamento seja o aço carbono, já existem muitos tanques de aço inoxidável para essa finalidade, além de outros tipos de materiais, como alumínio e polímeros especiais para diversos tipos de produtos químicos.

Um dos principais objetivos de se utilizar aço inoxidável em tanques de armazenamento é a corrosão, seja da própria atmosfera, quando o aço está em ambiente aberto, ou a corrosão no contado com o produto armazenado.

Continuar lendo

Tanques de aço inoxidável na produção de alimentos

06-aco

O aço inoxidável é muito utilizado na indústria de produção de alimentos, servindo para seu processamento, estocagem, distribuição e preparação, seja de alimentos ou de bebidas.

Para cada tipo de alimento ou de bebida existe um tipo de aço inoxidável apropriado, atendendo às mais diversas necessidades das indústrias, servindo para a construção de tanques e os mais diversos tipos de equipamentos.

A maior parte dos recipientes, tubulações e equipamentos que entram em contato direto com os alimentos é produzida com o aço inoxidável de tipos 304 ou 316, além do aço 430, que contém 17% de cromo, este mais destinado a equipamentos domésticos, uma vez que sua resistência à corrosão é menor do que aquela necessária para o processamento e produção de alimentos.

Tanto para a produção quanto para o manuseio de alimentos, os tipos 304, 304L, 316, 316L e 430 apresentam-se como aço inoxidável adequado. Cada tipo de aço inoxidável apresenta um determinado índice de resistência à corrosão.

Continuar lendo

O aço inoxidável pode enferrujar?

03-aco-inoxidavel

O aço inoxidável é uma liga produzida com ferro e com alguns metais diferentes, como cromo, níquel e outros, que apresenta características especiais, sendo resistente contra a corrosão e contra a oxidação.

Sua aplicação é feita para os mais diversos tipos de equipamentos e instrumentos para uso geral, desde indústrias a hospitais, passando pela cozinha e decoração.

Continuar lendo

O aço inoxidável na indústria de alimentos

12-aco-inoxidavel

Um dos pontos fundamentais na preparação ou no processamento de alimentos e bebidas é a higiene, e o aço inoxidável é um dos principais materiais com registro comprovado de sucesso, sendo higiênico e de fácil limpeza.

A característica de permitir limpeza de forma prática é que faz do aço inoxidável a principal escolha para materiais e equipamentos que precisam de condições higiênicas estritas, como indústrias, restaurantes, hospitais, etc.

Continuar lendo

Aço inoxidável: nem todos são iguais

09-aco-inoxidavel

O aço inoxidável é um material resistente e durável, oferecendo maior qualidade aos produtos e não se deteriorando mesmo sob condições as mais adversas. Por essa razão, é um dos materiais mais utilizados para produção de utensílios para as mais diversas áreas de atividade.

No entanto, é claro que o aço inoxidável não é um material eterno, mesmo apresentando alta resistência à corrosão, quando submetidos a alguns meios ou agentes, variando essa resistência conforme o tipo de aço utilizado.

Continuar lendo

Aço inoxidável: tipos e características

 

06-tipos-de-aco-inoxidavel

 

O aço inoxidável, como sabemos, é uma liga, combinando elementos químicos como o ferro e o cromo, que apresenta grande resistência à corrosão, ao impacto e à abrasão, tendo, acima de tudo, maior durabilidade que o aço carbono.

Em se tratando de meio ambiente, o aço inoxidável não é agressivo, sendo totalmente reciclável e exigindo baixos custos de manutenção. Sua aplicação é feita em inúmeras atividades industriais, comerciais, residenciais, servindo para fabricação desde talheres até tanques e reservatórios de indústrias químicas e petrolíferas.

Continuar lendo

Por que o aço inoxidável resiste à corrosão?

03-aco-inoxidavel

Uma das grandes vantagens do aço inoxidável é sua resistência à corrosão, e essa resistência é causada pelos filmes passivos formados sobre a superfície do aço.

Os filmes são extremamente finos, chegando a uma espessura aproximada de 30 a 50 angstrons. Para se ter uma ideia, um angstrom é a divisão de 1 milímetro por 10 milhões. A formação do filme passivo é favorecida pela presença de meios oxidantes.

As primeiras experiências com o aço inoxidável

As primeiras experiências com o aço carbono ocorreram há mais de 160 anos, numa época em que o aço inoxidável ainda não existia. A experiência foi realizada em meios nítricos, com uma amostra de aço carbono colocada em um recipiente com ácido nítrico diluído, sendo atacado rapidamente pelo ácido e produzindo vapores nitrosos.

No entanto, outra amostra, colocada em contato com ácido nítrico concentrado, que é muito mais oxidante do que o diluído, não era atacada. Observou-se depois que, ao acrescentar água e diluir o ácido nítrico concentrado, o aço carbono voltava a ser atacado, mas em menor proporção.

A diferença apresentada era somente que a última amostra havia ficado um determinado tempo em ácido nítrico concentrado, o que levou à conclusão de que o ácido nítrico concentrado havia formado um filme sobre a superfície do aço, protegendo de um ataque posterior com o ácido nítrico diluído.

A comprovação da existência do filme foi feita através de uma raspagem no aço, mostrando o desprendimento de vapores nitrosos provenientes do ácido nítrico diluído.

Diante dos resultados da experiência, foi visto que a passividade não é um fenômeno exclusivo do aço inoxidável. A maior parte dos metais forma os filmes passivos e, de maneira geral, comprovou que quanto mais oxidável é um metal, maior é sua tendência em formar os filmes passivos.

O filme do aço inoxidável

A ideia predominante, até alguns anos atrás, era que os filmes eram formados pelos óxidos dos metais, os óxidos hidratados, e que, no caso de aço inoxidável, o filme era proveniente de um óxido de Cromo, o elemento mais oxidável da liga de ferro e cromo.

Pensava-se que o filme passivo poderia ser formado inclusive pela reação espontânea entre o Cromo e o oxigênio do ar.

Essa ideia encontrou objeções em razão de algumas experiências. Observou-se que uma barra de aço carbono, quando colocada num deserto, em atmosfera sem umidade e com temperaturas elevadas, não apresenta oxidação.

Contudo, a mesma barra, quando submersa em água com adição de nitrogênio e previamente desoxigenada, é atacada pela oxidação.

Assim, pode-se chegar à conclusão que, aparentemente, o filme passivo do aço inoxidável é formado pela reação entre o metal base e a água, sendo constituído por um oxihidróxido dos metais cromo e ferro.

O filme formado sobre o aço inoxidável é composto por duas camadas: a primeira, mais próxima ao metal, onde os óxidos são predominantes, e a segunda, em contato com o meio ambiente, onde estão os hidróxidos.

O filme não apresenta uma situação estática. Com o tempo, há uma tendência ao crescimento dos óxidos e o enriquecimento de Cromo. Trata-se de um filme muito fino e aderente e, quando formado em meio oxidante, como é o caso do ácido nítrico, muito usado em banhos de decapagem, apresenta-se ainda mais resistente.

Os filmes passivos são formados no aço inoxidável em praticamente todos os meios, o que explica sua elevada resistência à corrosão e a grande quantidade de alternativas existentes para a sua utilização.

De forma geral, o aço inoxidável apresenta boa resistência à corrosão nos meios oxidantes, que facilitam a formação e conservação do filme. Nos meios redutores, a resistência do aço inoxidável é mais fraca, já que não favorecem a formação do filme, e mesmo destruindo o que se forma.

A formação do filme passivo sobre o aço tratado e transformado em aço inoxidável possibilita o seu uso numa extensa gama de aplicações na indústria, na arquitetura, na medicina e na alimentação, entre outras.