Tanque de aço inox de 2.000 litros: tipos de aço

02 Tanque

O tanque de aço inox de 2.000 litros, da mesma fora que tanques com outras medidas, apresenta a principal característica de resistência à corrosão. O aço inox é uma liga composta com outros metais, como o níquel e o cromo, ficando menos reativo às agressões do ambiente e dos produtos armazenados, sendo fabricados a partir do ferro-gusa, em altos fornos.

Embora nos passe a impressão de ser um material indestrutível, mesmo se submetido a agressões as mais extremas, o tanque de aço inox de 2.000 litros não é eterno, apresentando apenas maior resistência à corrosão, principalmente quando usado para armazenar materiais mais agressivos.

A resistência à corrosão no tanque de aço inox de 2.000 litros é criada principalmente pela presença do cromo em sua liga, o que permite a formação de uma película de óxido de cromo sobre a superfície do aço, tornando o material impermeável e insolúvel aos meios corrosivos de diversos materiais.

A aço puxo pode ser corroído facilmente através de ação química ou eletroquímica, uma vez que o próprio ambiente é agressivo. O oxigênio do ar, quando entra em contato com o ferro contido no aço, o transforma em óxido de ferro, provocando as alterações que, embora naturais, são indesejáveis.

Como o próprio nome indica, no tanque de aço inox de 2.000 litros, o aço é de alta liga, resistente à ação corrosiva do oxigênio, não sofrendo oxidação, apresentando, desta forma, propriedades físico-químicas superiores ao do aço comum, sendo sua principal característica a resistência à oxidação.

Essa propriedade torna o material mais resistente, podendo servir para montagem de diversas peças e equipamentos, tornando o aço inox mais atrativo pela sua durabilidade e aspecto higiênico, servindo para indústrias químicas, de alimentação e muitas outras.

Propriedades do aço em tanque de aço inox de 2.000 litros

O aço inox aplicado em tanque de aço inox de 2.000 litros apresenta algumas características e propriedades que o tornam o tanque ideal para a indústria:

  • O aço inox resiste a altas temperaturas;
  • É um material que permite os mais diversos formatos, com acabamento superficial que o torna muito mais estético e higiênico;
  • Apresenta forte apelo visual, pela sua modernidade, leveza e prestígio para a empresa que o utiliza;
  • Possui resistência mecânica suficiente para ser moldado em qualquer formato;
  • Apresenta grande facilidade de limpeza, com baixa rugosidade superficial, permitindo que sejam higienizados completamente.

Tipos de aço inox usados no tanque de aço inox de 2.000 litros

O aço inox, à medida em que recebe outros elementos, como o níquel, o carbono e o silício, ganha algumas propriedades que o torna útil para diversas aplicações. Na diversificação da formação do aço inox, são criados tipos diferentes que podem ser classificados em categorias:

Aço inox austenítico para tanque de aço inox de 2.000 litros

O aço inox austenítico é composto por ferro, cromo e níquel, sendo bastante resistente à corrosão, oferecendo boa resposta a trabalhos a frio e excelentes propriedades mecânicas, sendo de fácil soldagem.

O aço inox austenítico pode ser encontrado nos seguintes tipos:

  • Aço inox 304, que é usado para fabricação de equipamentos hospitalares e indústrias químicas, farmacêuticas e petroquímicas, entre outras, evitando a ferrugem que poderia alterar a composição dos produtos armazenados ou fabricados;
  • Aço inox 304L, numa versão aprimorada do 304, podendo ser usada para as mesmas aplicações, mas preferencialmente utilizado em situações que exigem evitar a corrosão intercristalina;
  • Aço inox 316, com o acréscimo de molibdênio em sua composição, tornando-se superior aos aços 304, podendo ser aplicado nos mesmos modelos industriais;
  • Aço inox 316L, que contém baixo teor de carbono, o que o torna mais resistente à corrosão intercristalina.

Aço inox Duplex para tanque de aço inox de 2.000 litros

O aço inox duplex, além de cromo, níquel e molibdênio em sua composição, também possui austenita e ferrita em sua fórmula, apresentando resistência mecânica superior aos aços inox austeníticos e podendo ser aplicado em dutos, evaporadores, destiladores e tanque de aço inox de 2.000 litros ou mais, suportando melhor a corrosão sob tensão.

Aço inox endurecível por precitipitação

O aço inox endurecível pode ser tratado termicamente para oferecer maior tenacidade e ductilidade, pertencendo a essa categoria os aços 17 e 520B.

Aço inox ferrítico

Os aços inox do tipo ferrítico não contém níquel em sua composição, o que o torna mais barato, sendo úteis para a produção de eletrodomésticos, moedas e talheres.

Aço inox martensíticos

Nessa categoria de aço inox temos o aço 410, que serve para produção de válvulas, turbinas e pás, entre outros materiais que exigem alta temperabilidade, e o aço 420, ideal para a produção de facas, bisturis, pinças e outras ferramentas.

O aço inox trouxe inovações para a indústria, havendo constante desenvolvimento de novas composições para melhorar os pontos fracos das ligas já existentes ou para atender a novas aplicações industriais.

O aço inox tem a vantagem de ser totalmente reciclável, possibilitando a transformação de peças antigas em novos produtos, sem se utilizar de matéria prima extraída da natureza, atendendo também a política de sustentabilidade.