Tanque de aço inox duplo, para materiais perigosos

23 Tanque de aço inox duplo

 

O tanque de aço inox duplo é um tipo de tanque de armazenamento usado para armazenagem de grandes quantidades de produtos como petróleo e seus derivados, produtos químicos ou resíduos diversos, além de misturas e de água.

As características do produto armazenado no tanque de aço inox duplo devem ser consideradas para que seja aplicado um modelo de tanque desse tipo, como volatilidade, inflamabilidade, além da temperatura e da pressão exigidas para o armazenamento.

A garantia de um armazenamento seguro de produtos inflamáveis ou voláteis deve ser considerada, visando a exigência ou não de tanque de aço inox duplo, uma vez que as empresas devem manter a segurança dos trabalhadores envolvidos.

O tanque de aço inox duplo é considerado equipamento de caldeiraria pesada em virtude da grande quantidade de material aplicado em sua fabricação, devendo ser considerado, em seu projeto, a pressão atmosférica exigida pelos produtos.

O tanque de aço inox duplo é geralmente construído em diversos tipos e formatos, em tamanhos diferenciados, dependendo do tipo de material que será armazenado. O material aplicado, o aço inox, é o principal, exigido especificamente para tanques de armazenamento.

O armazenamento no tanque de aço inox duplo

A história do armazenamento tem trazido inúmeras dificuldades à produção industrial, principalmente quando se trata de armazenamento de petróleo e seus derivados. O armazenamento, inicialmente, era feito em barris de madeira e, em seguida, foram utilizados pequenos tanques de aço, fabricados com aço galvanizado e rebitados.

Os primeiros modelos de tanque de aço fabricados com solda surgiram nas décadas de 1920 e 1930. O crescimento industrial no pós-guerra trouxe novas necessidades para o armazenamento, principalmente com relação a perdas e riscos provocados pela vaporização de fluidos dos derivados de petróleo.

A indústria, no entanto, começou a perceber que poderia ter redução de custos no armazenamento quando aumentava o volume dos tanques e, em consequência, surgiram novos projetos, inclusive o tanque de aço inox duplo, que proporcionava maior garantia contra a perda e contra os riscos apresentados pelos produtos.

Aos poucos, normas e códigos foram criados para a construção de tanque de aço inox duplo, gerando condições de atender diversas modalidades de armazenamento e com outras aplicações nas indústrias.

A variedade de tanque de aço inox duplo envolve os tanques enterrados, ou “Underground Storage Tanks” e os tanques de superfície, ou “Aboveground Storage Tank”, como são conhecidos e classificados pelo American Petroleum Institute, o API.

O tanque de aço inox duplo, a princípio, é um equipamento de simples utilização, embora os riscos que envolvem o armazenamento exijam atenção e boas práticas direcionadas a ele, desde sua fase de projeto até sua utilização ou desativação, além da retirada do local em que foi instalado, havendo normas e procedimentos para todas as atividades a ele relacionadas.

O maior problema apresentado pelos produtos derivados de petróleo, certamente, é a perda por evaporação, sendo essa a principal razão para a fabricação de tanque de aço inox duplo.

Tanque de aço inox duplo com teto flutuante

O tanque de aço inox duplo com teto flutuante é um modelo que mantém dois lençóis de chapa inox ligados internamente por uma estrutura metálica, criando compartimentos estanques. Trata-se de uma estrutura robusta, mantendo excelente flutuabilidade, embora seja um tipo de teto mais dispendioso financeiramente em sua fabricação, mas oferecendo menor perda por evaporação.

Os lençóis internos do tanque de aço inox duplo foram um colchão de ar, que tem como objetivo isolar a superfície de contato com o líquido armazenado e a superfície do teto do tanque. Trata-se de um modelo que apresenta algumas limitações, como maior custo na fabricação e na montagem, a exigência de fundações mais resistentes e, portanto, mais caras, já que não permitem recalques de nenhum tipo, a limitação do nível, já que a rigidez da estrutura não recomenda o apoio do teto com maior frequência, o que poderia ocasionar falhas por fadiga.

O projeto e construção do tanque de aço inox duplo exige conhecimentos técnicos especializados, principalmente em se tratando de armazenamento de derivados de petróleo ou de produtos que sejam mais voláteis ou inflamáveis.