Remontador para tanque de aço inox

A indústria de alimentos e bebidas enfrenta muitos desafios para conseguir promover uma correta armazenagem das matérias primas. Por isso é fundamental ter um remontador para tanque de aço inox em seu tanque de armazenamento. Assim garante a qualidade dos produtos armazenados evitando sua contaminação ou deterioração. Mas claro, sempre com o objetivo de atender melhor o produtor e de acordo com suas reais necessidades.

Remontador para tanque de aço inox

Os tanques de aço inox utilizados garante a qualidade da matéria prima e dos produtos finais armazenados, além de ser atóxico, durável e de fácil higienização. A resistência à oxidação do aço inox garante que a ação das bactérias, fungos e álcool ocorra sem a transferência de odores ou gosto indesejáveis. Além disso, o aço inox tem baixo custo de manutenção, além de ser resistente a altas temperaturas, a corrosão e a variação de temperaturas.

A presença do aço inox na indústria da vinificação não só assegura a ótima qualidade do vinho, como empresta a beleza ao processo de produção devido aos variados tipos de acabamentos que o mercado oferece.

Devido à versatilidade do remontador para tanque de aço inox, são feitos vários processos no tanque de aço inox como, por exemplo, a remontagem durante a produção do vinho.  Uma das principais etapas do processo de vinificação é a fermentação alcoólica que acontece simultaneamente com o processo de maceração. Consequentemente o local de fermentação deve ter boas condições de higiene, água de qualidade e em quantidade suficiente. Além disso, deve ser amplo para permitir a realização do processo de remontagem, prensagem, controle de temperatura e do teor de açúcar do mosto em fermentação.

Importância do Tanque de aço inox.

Durante o processo de fermentação existe a participação de agentes microbiológicos e desta forma os tanques de aço inox são muito apropriados para a produção de vinho, já que eles podem ser adaptados para processos como remontagem, verificação do teor de açúcar, prensagem e o controle da temperatura ideal, que são detalhes que tornam o produto final, no caso o vinho, muito mais saboroso e com uma maior qualidade, destacando o produto na indústria.

Assim compreendemos a real importância de usar um tanque de aço inox, pois podem ser adaptados nos tanques cintas de refrigeração, para ter um maior controle da temperatura e pode ser instalado um sistema de remontagem automática (que o processo responsável por bombear o mosto do fundo do tanque de aço inox até a sua superfície) que é feito pelo remontador para tanque de aço inox.

Processo de remontagem.

A remontagem é o processo que bombeia o mosto do fundo do tanque de aço inox até a sua superfície. O mosto na produção de vinhos se refere ou sumo de uvas frescas resultantes da prensagem da uva, portanto, é todo tipo de mistura açucarada destinada à fermentação alcoólica.

A fermentação ideal para o mosto das uvas depende de uma serie de fatores. Eles começam pelos tipos de técnicas aplicadas no cultivo da vinha, passam pelo momento correto da colheita das uvas e vai até a fermentação.

Como é feita a remontagem.

A remontagem deve ser feita de forma suave e o ideal seria fazer esse processo pelo menos duas vezes ao dia, onde é realizado para extrair os componentes da parte solida da uva, homogeneizar a massa vínica em fermentação, controlar a temperatura de fermentação e evitar que microrganismos indesejáveis se desenvolvam na parte superior da parte solida da uva.

Durante o processo com o remontador para tanque de aço inox, a mistura (mosto) é levada de baixo para cima no tanque de aço inox. O conteúdo do mosto fica, portanto, misturado logo após esse processo.
O mais importante é cuidar para que a parte sólida fique submersa por um tempo de trinta minutos para cada operação.

Após mais ou menos quatro dias, a remontagem é interrompida para separar o mosto do liquido. Nesta hora, é aberto um registro na parte baixa do taque de remontagem e será liberado o suco. O mosto que sobra ainda passara por um prensa, mas neste caso vai gerar um vinho de qualidade inferior do primeiro processo.

A definição para o período de maceração, bem como para o número exato e o tempo de remontagens, deve se levar em consideração a qualidade da safra de uva. Portanto, nas boas safras, geralmente, a maceração pode ser mais demorada, para forçar extração de determinados componentes da película.