A produção de medicamentos injetáveis em tanques de aço inox

A Produção de Medicamentos Injetáveis em Tanques de Aço Inox

O tanque de aço inox, além de servir para a produção de sucos, vinho e leite, pode também ser útil para a indústria farmacêutica. Na produção de medicamentos injetáveis é de extrema importância a qualidade da água empregada e o tanque de aço inox utilizado no acondicionamento.

No segmento farmacêutico, assim como no alimentício, os órgãos que regulamentam a produção também são a ANVISA e o Ministério da Saúde. Esses órgãos legislam e fiscalizam sobre as atividades inerentes a indústria farmacêutica, onde atua o profissional farmacêutico, sendo a ele atribuídas funções que vão desde a compra de matérias-primas para a produção de medicamentos, o armazenamento em tanques de aço inox, até a última etapa que é a embalagem e expedição dos produtos fabricados.

Os tanques de aço inox, nesse tipo de sistema estão conectados a uma alça soldada que alimenta os diversos pontos com suprimento contínuo de água circulante. O material de construção dos tanques e das conexões geralmente é de aço inoxidável polido eletricamente com tubos soldados.

Os profissionais da área da saúde alertam que um medicamento não é um produto qualquer, tendo em vista que esse pode aliviar dores e até mesmo salvar vidas, por isso a importância de ser produzido em tanque de aço inox de qualidade. É um produto que envolve diferentes fases nos processos de produção e comercialização, sendo que para isso é necessário a realização de pesquisas e acompanhamento de farmacêuticos em escala industrial e alcançar o processamento final.

O conjunto de normas obrigatórias para a fabricação de medicamentos injetáveis teve início em 1902 nos Estados Unidos e até os dias atuais passou por diversas modificações, mas a essência continua sendo a mesma.