Benefícios do aço inox na fabricação de tanques de armazenamento

Quando o assunto são tanques de armazenamento, logo vem à mente o aço inox. Isso porque esse material é durável, resistente e fácil de limpar. Atualmente, diversas indústrias fazem uso de tanques para armazenar produtos, por exemplo: alimentos, laticínios, bebidas, medicamentos, água, etc.

tanques de armazenamento
Tanques de aço inox

Uma grande vantagem do aço inox é manter intactas as propriedades do produto que armazena, ou seja, ele não altera a formulação porque não libera resíduos. Então, seja qual for o projeto de tanques de armazenamento, o aço inox é a melhor escolha.

Conheça mais algumas vantagens de usar aço inox na fabricação de tanques de armazenamento

– Resistente a corrosão.
– Requer pouca manutenção, pois o aço inox não necessita de nenhuma camada adicional.
– Boa capacidade de processamento, a maioria dos tipos de aço inox são fáceis de cortar, dobrar, deformar, soldar, etc.
– Boa resistência ao calor e variações de temperatura. 
– Boas propriedades higiênicas: desfavoráveis ​​aos microorganismos e fáceis de limpar.
– Uma bela aparência com várias possibilidades de processamento posterior.

A relação entre o aço inox e o meio ambiente

O aço inox é um material premium usado por muitos setores diferentes. Portanto, seu uso não se restringe a tanques de armazenamento. Além disso, é separado dos metais comuns, como cobre, ferro e aço básico, devido às suas características de resistência à corrosão.

O aço inox não derrete quando exposto a temperaturas e condições extremas e situações de alta pressão da água. Outros materiais entram em colapso e oxidam, reduzindo sua longevidade e limitando suas capacidades higiênicas.

Aço inox 304

Esse tipo de aço inox contém entre 16 e 24 % de cromo, bem como ligas como níquel, carbono e manganês. Dessa forma, possui as melhores propriedades anticorrosivas, o que o torna uma boa escolha para tanques de armazenamento de produtos alimentícios. No entanto, a presença de cloretos pode comprometer superfícies passivas e causar corrosão.

Aço inox 316

Esse tipo de aço é semelhante ao 304, mas com a adição de 2 a 3 % de molibdênio para aumentar a resistência ao cloreto. Os aços inoxidáveis ​​304 e 316 são austeníticos, o que significa que são extremamente fortes e fáceis de fabricar.

Aços ferríticos com alto teor de cromo também podem ser usados ​​para aplicações onde a resistência à corrosão é menos preocupante. E os aços inoxidáveis ​​duplex são comuns para alimentos estagnados ou de movimento lento ou salgados, especialmente quando usados ​​em temperaturas mais altas.

Aço inox contra a corrosão de tanques de armazenamento

Os dois principais argumentos a favor do aço inox é sua resistência à corrosão e boa higiene. A resistência dessas ligas metálicas aos ataques químicos de produtos corrosivos advém da capacidade de se protegerem.

Isso ocorre de forma espontânea, já que tem a capacidade de formar um filme complexo de óxidos e hidróxidos de cromo em sua superfície, denominado “camada passiva”. Assim sendo, essa camada protege o substrato de metal da corrosão generalizada e ataques localizados. 

Esta camada extremamente fina torna baixa a taxa de corrosão. O elemento mais importante em aços inoxidáveis ​​é o cromo, mas outros elementos como o molibdênio (protegendo a camada passiva contra íons haleto) também são úteis.

Resistência a ambientes corrosivos

O aço inox é, portanto, apreciado por sua capacidade de resistir aos ambientes mais corrosivos. Por exemplo: água fortemente carregada com cloretos, produtos de limpeza e desinfecção.

É esta característica que também permite prolongar e garantir a vida útil das instalações. Esta resistência significa que um tanque de armazenamento fabricado em aço inox não requer uma camada protetora adicional.

Material de fácil higienização

O aço inox também é popular por questões de higiene. Alguns setores como o de alimentação, por exemplo, está sujeito a rigorosos requisitos de higiene, a fim de combater a proliferação indesejada de microrganismos (bactérias e bolores). 

Esta proliferação organiza-se em particular em microfissuras e outros defeitos, que geralmente não são visíveis a olho nu. Em materiais ásperos, a sujeira adere mais facilmente, mas esse não é o caso do aço inox. 

Além disso, como a rugosidade da superfície e a capacidade de limpeza estão diretamente relacionadas, o aço inox é um material de fácil limpeza. Outro benefício é que não produz nenhuma substância que possa entrar no produto final. 

Veja também: Por que o aço inox é ideal para a indústria alimentícia?