Vinho da Copa é produzido no Rio Grande do Sul

Vinho da Copa é produzido no Rio Grande do Sul

É da Serra Gaúcha, mais especificamente de Bento Gonçalves, cidade localizada na região de Vale dos Vinhedos no Rio Grande do Sul o vinho escolhido como oficial da Copa do Mundo 2014 e a empresa que está tendo a honra de ter o selo da Fifa em seu produto utiliza de tanque de aço inox na fabricação da bebida.

De acordo com a diretora de marketing da empresa, o vinho tem em sua composição as principais uvas produzidas no Estado como Merlot, Cabernet Sauvignon, Tannat, Tempranillo, Teroldego e Nebbiolo.

Os tanques de aço inox, de acordo com a representante da empresa, foram utilizados na fabricação dos vinhos da Copa de formas diferentes. O vinho branco foi fermentado com temperaturas que variavam de 8 a 10°C, enquanto o tinto era fermentado de 16 a 18°C.

A fermentação do vinho em tanque de aço inox se dá conforme visto no post “Saiba como ocorre a fermentação de vinho em tanque de aço inox”. O vinho da Copa foi fabricado utilizando das mesmas técnicas dos vinhos comuns. O que o diferencia dos outros é a mistura dos tipos de uva utilizada na fabricação.

Na Festa Nacional da Uva, realizada em fevereiro de 2014, em Caxias do Sul, a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, receberam exemplares e puderam provar o vinho oficial da Copa do Mundo no Brasil, produzido em tanque de aço para vinho.

O vinho da Copa foi produzido com uvas diversas em tanques de aço inox e desde abril de 2014 está à venda para brasileiros e estrangeiros que visitam nosso país por conta dos jogos mundiais de futebol da Copa do Mundo.